medir a glicemia

O diabetes é uma doença crônica na qual o corpo não produz insulina ou não consegue empregar de maneira adequada a insulina que produz, que por sua vez é o hormônio responsável por controlar a quantidade de glicose no sangue.

 

Atualmente o diabetes é uma das doenças crônicas mais comuns no mundo, e no Brasil, segundo dados da Sociedade Brasileira de Diabetes, aproximadamente 13 milhões de pessoas tem a doença, correspondendo a 6,9% da população.

 

Se você convive com diabetes, sabe o quanto é necessário mantê-la controlada para evitar problemas decorrentes da falta de cuidados, como glaucoma, cegueira, pé-diabético, problemas nos rins, amputações, dificuldades cicatrização, etc.

 

Mas você sabe com qual frequência medir a glicemia? Vamos descobrir.

A importância de se medir a glicemia

A glicemia é o termo para se referir à quantidade de glicose, ou seja o açúcar que entram no corpo através dos alimentos. Para que é diabetico, a monitoração do nível de açúcar no sangue é importante para:

 

  • Ajudar a entender à oscilação da glicemia;
  • Melhorar o estilo de vida e a alimentação;
  • Previne maiores complicações com o descontrole do diabetes;
  • Evitar a hipoglicemia noturna;

 

Desta forma, saber sua taxa de açúcar ajuda a avaliar se o tratamento está funcionando corretamente ou não, e se há necessidade de fazer ajustes na medicação.

Quantas vezes e quando se deve medir?

Não existe uma fórmula ou regra para saber quando medir a glicemia. A frequência de monitoramento depende da condição de cada paciente, do quanto o diabetes está controlado ou não,  se o diabetes é tipo 1 ou tipo 2, a idade e o estado emocional, dentre outros.

 

Quem te auxiliará nesta questão é a equipe médica que o acompanha, porque para alguns pacientes existe a necessidade de medi-la com mais frequência, por exemplo, 6 vezes ao dia, para outros à exigência pode ser menor. 

 

Converse sempre com seu médico para que ele te oriente e te indique qual a quantidade ideal de vezes medir a glicemia no o seu caso. Veja as recomendações gerais de quando e quantas vezes medir:

 

Diabetes tipo 1

É uma doença autoimune que atinge cerca de 10% dos diabéticos. Pessoas desse grupo possuem pouca ou nenhuma produção de insulina no organismo, isso exige maior controle e frequência no monitoramento. É, portanto, recomendado medir pelo menos 3 a 4 vezes ao dia, antes e depois das refeições e exercícios físicos, antes de dormir e às vezes no meio da madrugada.

Diabetes tipo 2

Este tipo afeta 90% de todos os diabéticos  e geralmente é causado por maus hábitos alimentares e sedentarismo. Neste grupo a frequência pode variar bastante, dependendo do estado de controle da doença.

 

  • Se estiver descontrolado: medir 3 vezes ao dia pelo menos 1 vez na semana em diferentes momentos do dia de acordo com a indicação médica.
  • Controlado com uso de insulina: medir pelo menos 2 a 4 vezes ao dia
  • Controlado sem uso de insulina:  Não há um consenso sobre a necessidade ou não de medição.

 

Lembre-se sempre que é fundamental consultar seu médico.

 

Como medir a glicemia

Dependendo de suas necessidades, pode ser que você precise fazer um automonitoramento do seu nível de glicemia, que significa que você deve ter alguns recursos e equipamentos para fazer isso em casa.

 

O aparelho que se usa para medir a glicemia é o glicosímetro, através da análise de uma gota de sangue coletada do dedo, ele consegue te informar a quantidade de glicose no sangue.

 

Usar esse aparelho é fácil, todos tem manual que ajudam no manuseio e trazem valores de referência para você saber qual a quantidade ideal de glicose em cada momento do dia..

 

Antes de medir é preciso estar com as mão limpas e secas.

 

Quais os níveis ideais de glicose?

Quando se está em tratamento do diabetes, é ideal que os índices de glicose fique entre 70 e 100mg/dL.  Se você tiver valores a partir de 100mg/dL em jejum, e 140mg/dL duas horas depois das refeições estará apresentando um quadro de hiperglicemia. Se esse valor for menor que 70mg/dL considera-se hipoglicemia.

Conclusão 

O diabetes é uma doença crônica que deve ser levada a sério e todos os cuidados precisam ser tomados.

 

Apesar da gravidade, quando tratada e controlada, não impede que a pessoa leve uma vida normal e saudável.

By vitor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *